AIH-GP

O Grupo Português da Associação Internacional de Hidrogeólogos (AIH-GP) representa em Portugal a Associação Internacional de Hidrogeólogos (International Association of Hydrogeologists, IAH).

Constituído pelos membros portugueses da IAH, o AIH-GP faz a ligação entre a IAH e os seus membros e a comunidade hidrogeológica em Portugal, regendo-se pelos princípios e objectivos da IAH no conhecimento da água subterrânea, tendo em vista uma gestão sustentável não só como resposta às necessidades da população por todo o mundo, mas também tendo em conta a protecção dos ecossistemas dependentes da água subterrânea e o equilíbrio do balanço hidrológico.

Objectivos e missão

  • Fomentar a cooperação científica e técnica entre os seus membros e a relação  destes com a IAH;
  • Promover a difusão de conhecimentos no domínio da Hidrogeologia e a divulgação da experiência portuguesa neste campo;
  • Incentivar a aproximação do AIH-GP com outras associações profissionais cujas áreas de atuação se justaponham ou se complementem;
  • Motivar e orientar os jovens profissionais interessados pelas diferentes áreas relacionadas com as águas subterrâneas;

Sobre a IAH

A Associação Internacional de Hidrogeólogos (IAH) é uma associação científica e educacional sem fins lucrativos que reúne cientistas, engenheiros e especialistas a trabalhar na captação, gestão e proteção das águas subterrâneas em todo o mundo e representa cerca de 4000 profissionais em mais de 140 países do Mundo.

Objectivos

  • Convergir e integrar o conhecimento  científico e a prática da hidrogeologia, existente em  todo o mundo;
  • Impulsionar a investigação, a inovação científica e tecnológica, as boas práticas de gestão de água e a partilha do conhecimento e da experiência;
  • Conhecer, compreender, proteger e utilizar os recursos hídricos subterrâneos, visando a sua sustentabilidade na Terra;
  • Ampliar a compreensão de todas as questões relacionadas com a gestão da água a nível mundial, alavancando o trabalho em conjunto com as agências nacionais e internacionais que promovem o acesso à água potável, onde  esta é ainda uma carência;
  • Promover a protecção dos aquíferos e dos ecossistemas, que vivem na sua  dependência, da poluição e do      consumo não sustentável da água;
  • Estar representada ao mais alto nível nas instituições internacionais relacionadas com a coordenação de  actividades na área, nomeadamente na legislação, gestão e usos da água;
  • Estabelecer e manter contactos de alto nível com as instituições internacionais no domínio da água e do  ambiente;